domingo, 23 de maio de 2010

Amigos sempre estão por perto.

Agradeço o carinho de todas as pessoas que deixaram comentários pela passagem do meu aniversário. Recebi vários telefonemas, inclusive de amigos que não vejo e converso há muito tempo e isso não tem preço, além de vários recadinhos no orkut.
Muita gente detesta essa data. Ao contrário dessas pessoas, para mim ela é muito especial.
Um dia, não sei bem quando, ainda vou promover uma festa maraaaaaaaaaavilhosa, com tudo que tenho direito. É o meu maior  sonho! Poderá ser uma festa temática ou um jantar dançante. Mas vai ser uma festa inesquecível. Esse sonho que me acompanha desde a minha infância, atravessou comigo a adolescência e perdura até hoje.
Quando eu tinha meus 8 ou 9 anos, minha mãe fêz um bolinho, alguns brigadeiros e sanduíches, e comprou alguns refrigerantes para a minha festinha de aniversário. Convidei meia dúzia de crianças da vizinhança e, qual não foi minha surpresa, quando na hora da festa só apareceu um amiguinho do prédio. Eu, na minha ingenuidade infantil, ainda fui na casa de alguns deles para chamá-los. Nunca fui uma criança popular. Atribuo essa  ausência de popularidade à severidade de meu pai. Raras vezes ele deixava que eu brincasse na rua de queimada e de pular corda. Participar dos passeios de Kombi que o pai de uma das minha amiguinhas sempre fazia aos domingos, nem pensar. Sempe fui muito presa e só fazia estudar, tanto que sempre era a primeira aluna da classe.  Na minha adolescência nova decepção. No meio do bailinho em casa, enquanto dançava uma música lenta com um dos meninos da turma, por conta de não aceitar seu pedido de namoro, recebi um ultimato.
- Ou você aceita ser minha namorada ou vou levar todos os meninos embora da sua festa.
Eu ri na cara dele e disse que fizesse o que bem entendesse, não acreditando que ele tivesse coragem de cumprir a promessa.
Cinco minutos depois só sobraram as meninas que, assim como eu, ficaram perplexas e intrigadas com o motivo da saída repentina dos garotos. Até hoje eu não sei o que ele disse pra molecada, só sei que a festa acabou naquela hora porque ficamos sem ter com quem dançar.
Talvez por esse trauma da adolescência, eu tenha ficado apreensiva se meus amigos viriam comemorar comigo na sexta-feira. Me preocupei à toa pois a animação deles superou minhas expectativas. Ganhei presentinhos fofos, e a atenção de todos. 
Agora é voltar à vida normal, retomar a RA relegada a segundo plano e focar no número 68 que é o peso que eu quero atingir muito em breve.
Beijokas e uma ótima semana pra você!


Ganhei este selinho que tem as seguintes regras:

- divulgar o selo no blog.
- agradecer e linkar o blog de quem indicou.
Um dia vou me inspirar na Dricka e vou fazer da minha bike um instrumento de emagrecimento. Ainda não é hoje e nem amanhã...um dia! Acontece que se eu tivesse uma turma de pedalada tudo seria mais fácil e eu me animaria com certeza! Dricka, muito obrigada! Você é um exemplo viu?
- indicar 8 blogs Indico para:

Belzinha - http://wwwdiariodabel.blogspot.com/
Bia Jones - http://diariodebiajones.blogspot.com/
Roberta - http://fofinha-nuncamais.blogspot.com/
Vanessa - http://emagrecendoparatervidanova.blogspot.com/
Samanta - http://estilodocorpoqueeuqueropramim.blogspot.com/
Gô - http://gordinhadasilva.blogspot.com/
Florimari - http://meta73kg.blogspot.com/
Aline - http://alinedelgado.blogspot.com/

13 comentários. Para comentar clique aqui!:

Dricka disse...

Oi Lili! Que festa maravilhosa que foi hein! Lindas fotos!
Sabe, não nego minha idade. Acho que cada ano que Deus me dá é precioso demais! E ainda mais quando podemos sempre começar do zero.
Beijos pra você e uma ótima semana!

Belzinha ... disse...

Oiii linda...
muito obrigada pelo selinho, assim que eu postar em blog eu coloco...

boa semana !!!

Lyh Kirchner disse...

Oi Lili
Dei risada com suas experiencias de infância e adolecencia, sabe que também tive uma festa desastre uma vez, nossa é decepcionante e marca mesmo rsrs
mas agora depois dessa desse aniversário vc notou que é muito querida e não tem festa que vc dê que não encha de gente, festa temática é ótemo!!!
Vamos por pra derreter, 68 também é o numero que eu persigo, mas ele teima em correr de mim rsrrs
Beijos

Dani disse...

Olá querida!!
Claro q vc tinha q receber esse carinho todo!!
Sinal q é bem quista sim, o q acontecia ficou no passado, agora vc tem amizades de verdade ;D, eu em considero uma delas

Bjinhus

Andrea Aoki disse...

Oi Li, adorei a foto, amizades assim não tem preço mesmo e são cada vez mais raras!!!

Haha vou começar pedir comissão para Kalunga hihi, bjus lindona se cuida!

Kika disse...

Oi Lili... cheguei logo em um momento especial. Primwiramente parabéns... atrasado... mas está valendo, né??
Adorei o seu espaço e estou te seguindo, ok?
Também nunca fui de muitos amigos... tive uma mãe muitoooo parecida como seu pai pelo visto... rsrs...
Mas os poucos que estão presentes... são amigos que valem por mil... não é??
tenha uma ótima semana!!
beijos
Kika

Izabela disse...

Lili querida!

Muito obrigada pelo seu comentário! Fiquei tão feliz!!!

Parece que estava me vendo nesse post! Sonho com uma festona de aniversário tb! E tb já tive que ir chamar os 'amiguinhos' na hora da festa, pq ninguém apareceu!!!

Parabéns atrasado pra vc! Muita felicidade, paz, saúde e alegria! O resto a gente corre atrás!!

Bjo

Liliane Albino disse...

Olá Lili,obrigada pelo carinho.Assim que der eu volto pro meu cantinho.Estou meio desanimada,sem forças até para escrever.Mas tenha certeza que mesmo não comentando estou sempre por aqui,dando uma espiadinha e torcendo por todas vcs.FELIZ ANIVERSÁRIO!!!!!Beijos!!!

Lilith disse...

feliz aniversário atrasado! Sabe, eu nunca fui popular também e sempre me preocupo se as pessoas vão me encontrar no meu aniversário, encontros, etc. rs
Mas é tão bom ter amigos, né?
beijos e curta esta semana!
Lilith

Mili disse...

Oie...passei pra conhecer seu espaço e não posso deixar de dizer meus PARABÉNS pelos resultados,persistência sempre!
Beijos!
ótima quarta!

Josi - Com as mãos nas redeas de mim mesma! disse...

Oi querida... que delicia encontrrar seu comentario... vou segui-la assim não te perco mais... apareça sempre... se tiver msn me mande onversarmos... beijos... e ainda achei uma parenta aqui... a LIhh kirschner... vou la no blog dela... beijos

Giovana disse...

Oi Lili, otimo termos amigos assim...

Tbm tive alguns traumas de festa na infancia e adolescencia, acho q faz parte né!!

Bjs!

Muriel disse...

Oi, lindinha..
Primeiro quero te dar uma abraço de felicidade.
Parabéns pelo niver...
Vc está muito linda na foto.. Parece uma menina de 15 anos... Linda mesmo...
Eu na minha vida só tive uma festa.. quando fiz 18 anos... até os 50 anos que tenho agora.. não tivi mais nada ....
Mas um dia vou fazer uma festinha...
Muito obrigada pelo carinho no meu cantinho.
Suas palavras me deixaram muito feliz e mais animada..
Tenha uma noite maravilhosa..
Bjus...

Postar um comentário