domingo, 13 de dezembro de 2009

Olá galerinha!

Ontem não deu para aparecer por aqui. Este final de semana foi corrido demais. Lembram que disse que tinha um casamento para ir? Pois é. Foi ontem. Era uma festa sem cerimônia religiosa, afinal os noivos já viviam juntos há mais de 20 anos. Apesar disso eu não podia ir de qualquer jeito. Então acordei às 6h30 e dei um jeitinho no apartamento. Às 10 horas tinha pé e mão marcados. Depois fui fazer uma hidratação e escova em outro salão onde costumo cuidar do cabelo. Saindo do salão, mesmo sem estar com fome, almocei seguindo o conceito de que não devemos pular refeições. Como ainda tinha tempo, resolvi passar nas lojas Marisa para procurar um vestido. Não é que a loja estava repleta de blusas e vestidos cheios de brilho do jeitinho que eu gosto? Separei várias peças para experimentar. Estava me sentindo enjoada. O almoço não havia caído bem. De repente, tive de sair correndo do provador para ir ao banheiro vomitar. Isso sempre acontece quando tenho algum compromisso. Parece que a ansiedade trava meu estômago e qualquer coisa que eu coma me faz mal. Voltando às roupas, acabei comprando três vestidos (dois pretos e um estampado). Eu adoro roupa preta. Por mais que eu tente sempre caio no preto. Não tem jeito. Coisa de gorda. Dois eu comprei tamanho G. O terceiro, tamanho M. E ficou super bom. Nem acreditei que entrei em uma peça tamanho “M”. Um motivo a mais para não desistir da minha RA. Este final de ano está sendo tudo de bom. Estou conseguindo cumprir metas há muito estabelecidas. Dia 21 fará dois meses que parei de fumar. Todas as pessoas que param dizem que engordaram. Que bom que comigo isso não vem acontecendo. Bem, não preciso dizer que cheguei em casa super atrasada porque o casamento era às 18 horas. Tomei banho e me arrumei rapidinho. O namorido já estava pronto e me apressando.

Tô falando da festa de casamento porque foi a maior roubada. Gente, mudaram o horário e não avisaram nem a própria família. A mãe do noivo chegou junto com a gente, às 18h30. Fazia um calor horroroso. Encontrei uma amiga que também não foi comunicada da alteração de horário e sentamos na mesma mesa. Ficamos sabendo que a festa estava marcada para as 20 horas. Ai, meus sais! O tempo foi passando, a fome e a sede foram chegando. Pedimos água e disseram que só tinha refri e cerveja. Lá pelas tantas, serviram a tal cerveja e com a sede que eu estava, acabei tomando três copos. Na hora em que liberaram a mesa de frios, foi pior que o jogo do Curitiba e Fluminense. Uma confusão de gente sem educação avançando na comida. Quando terminou a muvuca, tentei fazer o meu prato. Só havia sobrado um punhadinho de picles. Me servi e voltei para a mesa querendo ir embora, o que fiz momentos depois. Só para vocês terem uma idéia da festa, a mãe do noivo foi embora, um pouquinho antes de mim, levando consigo um dos bolos (eram três), sem que houvessem servido para os convidados. O bom da história é que com isso, não saí tão fora da minha alimentação habitual:


Café da manhã: uma torrada com uma fatia que queijo branco + café com leite

Almoço: arroz, caldinho de feijão, filé de frango grelhado, salada de pepino, tomate e cebola

Lanche: um copo refri light

Jantar: picles, 3 copos de cerveja e 2 cs de doce de abóbora light.


Como eu trabalhei hoje e não era permitido sair do posto serviram um lanche. Então eu comi:


Café da manhã: leite batido com manga e ração humana
Lanche: uma barrinha de cereais
Almoço: pão com queijo e presunto e um Todynho
Lanche: pão com queijo e presunto e suco de uva
Jantar: arroz integral, carne assada, couve cozida, doce de abóbora diet

Quanto ao peso, na sexta-feira estava com 79,8 kg. Para não haver dúvida, me peso amanhã pela manhã e volto para postar.
Beijão e boa semana para você!



Tarefas especiais:


1. “Meus natais anteriores”

Meu irmão é casado e não tem filhos. Tenho um sobrinho e uma sobrinha, filhos da minha irmã. Sempre passamos o Natal em família ou na casa do meu pai (minha mãe faleceu há dez anos), ou na casa da minha irmã. Cada qual leva um tipo de comida. Não é preciso dizer que fazemos tantos doces e pratos diferentes que passamos a semana comendo as sobras. Sem falar que sempre nos sentimos mal por comer em demadia. Minha irmã também é gastroplastizada. Neste ano, combinamos preparar comidas simples e apenas uma sobremesa. Assim será mais fácil controlar o que vou comer para não ganhar nem um grama a mais. Pretendo beber bastante água e comer algo antes de sair de casa, assim como uma fruta para forrar o estômago e não me exceder, afinal o Natal não está ligado à gastronomia e sim a solidariedade, humildade e fé.



2. “Doação de roupas”

Tenho o hábito de estar sempre faxinando o guarda roupa a fim de me livrar de tudo aquilo que não preciso. Ontem, depois de juntar algumas peças de roupas (novas e usadas) coloquei a sacola no carro e saí rumo ao salão, pensando para quem eu poderia dar aquelas roupas. Não fazia a mínima idéia. Sou uma pessoa que, apesar de não freqüentar qualquer instituição religiosa, acredita em Deus. Ele sempre me mostra o caminho a seguir e dessa vez creio que não foi diferente. Não sei por que, ao sair de casa, fiz um caminho diferente do habitual ainda pensando nas roupas que eu deveria entregar já que hoje (domingo) não poderia fazê-lo uma vez que trabalharia o dia inteiro. Foi então que, passando por uma rua, vi um brechó. Não tive dúvidas, esse era o meu destino. O homem que lá estava ficou muito agradecido e eu com a certeza do dever cumprido. Não foi por acaso que passei por aquela rua. Creio que teve a mão de Deus nessa história.

3 comentários. Para comentar clique aqui!:

Licia disse...

Oi.

Muito obrigada por seu comentário no meu blog. Eu tenho realmente que agradecer por tudo o que eu tenho e por tudo o que eu sou.

Compra o Monovin sim, é muito bom. Você tem que colocar 5 gotas cada vez que usa. Coloca na palma da mão junto com o shampoo, você vai adorar.

Beijos Licia

Rose disse...

Oi Lili, obrigada pela visita ao meu blog, realmente o melhor é emagrecer de dentro pra fora.Que bom que se identificou com meu relato, na verdade acho que é o relato da maioria das pessoas, más nem todas descobriram isso. Vou te seguir. Bjs.
Ah, ia me esquecendo, que roubada esse casamento hem, está parecendo a festa da formatura do meu filho.
Bjs

Lídia Carla disse...

Oi tem festas que são um horror né? Se vc tivesse ficado em casa tinha feito um negócio melhor.
Beijos para vc!
Boa semana!

Postar um comentário